Repensando a Reeducação Alimentar: VOLTEI!

Olá!
Sumi por uns tempos por alguns motivos escolares e pessoais, mas principalmente porque eu sabia que tinha alguma coisa errada comigo e que só um momento “eu e eu mesma” iria me ajudar a resolver isso. Qual era o problema? Bom, o problema era a minha visão sobre alimentação saudável. Durante todo o tempo de reeducação alimentar nunca tive dúvidas que paciência era uma das coisas mais importantes para alcançar o sucesso, quando abria mão de um doce ou de uma comida extra para não extrapolar os limites da reeducação já queria que aquele esforço valesse logo e que eu visse minha barriga pequenininha e as roupas folgadas, mas sabia que não era assim, que um dia fora do eixo ia por muito a perder, então o importante era fazer tudo certinho um dia, e repetir isso por vários outros. O problema começou a acontecer quando, por causa dos problemas de saúde que tive, passei a tomar vários remédios fortes e que tinham o ganho de peso, inchaço, depressão, náuseas, enjôos e etc como efeitos colaterais. Um dos remédios que me causou tudo isso era digamos, provisório, até os cistos reduzirem de tamanho e assim poderem ser eliminados, mas confesso que depois da primeira menstruação (por onde obviamente os cistos sairiam) eu parei de tomar um dos remédios. Sem consulta médica, mas porque eu honestamente não iria agüentar os efeitos daquilo sobre mim. Fui na ginecologista novamente hoje e ela me deu uma bronca, e passou novos exames para ver o que houve com os cistos, já me alertou que provavelmente eu tenha que voltar a tomar os remédios,  mas o fato é que sem o remédio e seguindo a alimentação saudável tudo voltou ao normal. Ficava louca durante o tratamento porque comia tudo direitinho e vestia meus shorts 38 e eles não estavam tão folgados, porque via que minha barriga tinha aumentado e que minhas pernas estavam inchadas… tava muito triste com tudo isso e me permitia comer tudo que eu sentia vontade quando eu sentia vontade, o que quero dizer é que mesmo comendo frutas, legumes, salada, grelhado e tal, quando eu sentia vontade de comer um fast food eu ia lá e comia, não tinha paciência para ver que a escolha de extrapolar quando me desse na telha simplesmente por não ver resultados imediatos, era a pior coisa que eu podia fazer. Mas graças a Deus, sem tomar os remédios, o efeito depressivo passou e eu voltei a me amar bemmmm mais e com tudo isso, apesar da ansiedade continuar forte principalmente nas vésperas de provas e nas madrugadas de estudo, eu tenho conseguido controlar bem minha alimentação, dizer não aos meus próprios extintos gordinhos quando sei que eles estão fora de hora e principalmente entender que alimentação saudável inclui praticamente todos ou quase todos os alimentos no nosso cardápio e que o que deve ser preocupação é a freqüência e a quantidade deles na nossa vida. Claro que se sua pretensão é emagrecer, o ideal seja que a freqüência e a quantidade de doces e massas seja cada vez menor e que no caso de consumi-los, o ideal é fazer boas escolhas, por exemplo, um chocolatezinho amargo, uma pizza de rúcula e etc. Ou seja, o processo de emagrecimento e de adequação a uma vida saudável não precisa implicar em sofrimento não, pois a partir do momento que algo te faz mal você deve parar e rever seus conceitos. Tá de dieta e comeu UM serenata de amor hoje?  Tudo bem!! Você vai morrer por isso agora? Sua vida acabou, ta com obesidade mórbida, vai entupir todas as artérias do coração por causa disso? Claro que não. O que mata por dentro e por fora é o excesso. O excesso de preocupação, de cobrança, de comida, da falta dela, de baixa auto-estima, enfim… a partir do momento que qualquer coisa se encontra em excesso na sua vida STOP: Hora de rever conceitos. E foi exatamente isso que eu fiz. Estou me alimentando saudável, em verdadeiro amor com minhas saladas e minhas vitaminas (<3), mas sabendo que sou chocólatra e que não vou morrer se comer um pouquinho do que eu gosto, principalmente se eu estiver priorizando minha saúde, e a alimentação saudável a longo prazo, já que ambas são para a vida toda e é impossível (para mim é!) viver a vida toda de salada e frango grelhado, sem nem um pedacinho de pizza marguerita e de chocolate ao leite, cada qual nas suas respectivas medidas passíveis de consumir sem risco de infarto cardíaco haha. Sem mais rodeios: COMA DE TUDO, SÓ NÃO COMA TUDO. Viva sua reeducação alimentar a vida inteira confirmando que você se ama e que se permite prazeres que não precisam ser opostos, como o prazer de uma comida e o prazer de um corpo bonito e saudável. Ah e a outra frase de ordem é: SE AME, CONHEÇA SEU BIOTIPO E SE VALORIZE! Com certeza você é linda e deve SE ver como exemplo. Pare de procurar por modelos photoshopadas que só nos fazem sentir cheias de defeitos, se olhe no espelho e caso não esteja satisfeita com seu corpo, o encare com fé e prometa a si mesma que logo logo vai se olhar ali e ver a mulher real mais bonita que poderá ver: Você!

Beijocasss! =*

Ps: Isso tudo, foi o que eu vi que funciona para mim, não to fazendo apologia para ninguém sair por ai fazendo as maiores gordices do mundo não, só acho que se você faz tudo certo, tomar coca-cola uma vez na vida não vai te engordar, afinal, isso não é hábito. O hábito é quem constrói os resultados, se os seus forem positivos para o emagrecimento (Reeducação alimentar + atividade física) uma besteira sem ser em excesso não vai te prejudicar. Prefiro pensar assim do que comer 1/2 pão francês e querer morrer de estresse… aff, estresse engorda também hehe

Oi :3

Só quis vir aqui deixar claro a minha prioridade a partir de então:

Com vocês… João Pessoa – Paraíba!
Decidi que vou prestar vestibular para lá, pois aqui no Nordeste é o local onde vou poder cursar Relações Internacionais. Não sei bem como isso vai me influenciar na dieta, porque no dia da inscrição me bateu um nervoso, uma ansiedade, um medo, um tudo…  E agora que tô de cara com essa prova, esses sentimentos estão ficando cada vez mais frequentes. Junta que para poder me dedicar a esse vestibular específico, ao ENEM e a escola, tô tendo que me virar em três para encontrar tempo para estudar… então, tô madrugando mais frequentemente e é nessas madrugadas onde a R.A vai por água a baixo. 

Só para explicar:
Na minha cidade não tem o curso de Relações Internacionais, e todas as instituições públicas aqui adotaram ao ENEM, que vai acontecer dia 3 e 4 de Novembro. Mas como o que eu quero mesmo é RI, vou tentar também o PSS da UFPB, que é específico. Se eu passar para lá, provavelmente me mude (“provavelmente” é meu medo que tá dizendo, porque na realidade eu já vi até o apartamento…), mas se não, preciso ter uma garantia de passar em um bom curso na minha cidade também, por isso preciso me dedicar tanto ao PSS e ao ENEM. Na minha escola, eu faço provas todo sábado… então, fudeu. HAHA Brincadeira. A única coisa que faço da minha vida é estudar, não posso ficar reclamando de barriga cheia… então é isso, tenho que encontrar tempo para tudo isso e a solução que encontrei foi madrugar algumas vezes. Essas madrugadas fodem minha RA, literalmente, porque como muito de madrugada, não tomo café da manhã, acordo no almoço com a vontade de comer o mundo e passo o resto do dia com aquele cansaço que te faz querer ficar jogada na frente da TV e comendo sabe? Mas… prioridades são prioridades. Não posso deixar de estudar pensando que vou ficar com fome, tenho que tentar me controlar, mas deixa de estudar não rola. 

ImagemPS: Eu devia ficar de bico calado e não falar nada sobre isso, porque se eu não passar vou entrar em depressão, mas foda-se. Passei a semana toda elétrica e em êxtase por conta disso.

PS 2: Já me imaginei até correndo ao redor dessa lagoa de noitinha hahahah 

Fica a dica: Dieta Nota 10

Por causa dos depoimentos de meninas que emagreceram muito, e que conseguiram continuar magra e pensar desse jeito, eu estava decidida a ler o livro Pense Magro, inclusive fiz algumas tarefas, como o cartão de enfrentamento de vantagens, me elogiar, comer sentado e outras coisas… mas realmente parecia não surtir efeito em mim; em algumas horas eu conseguia responder aos pensamentos sabotadores, mas em outras simplesmente eu não conseguia me convencer, principalmente por me ver engordando por causa dos remédios “Já tô engordando mesmo, vou comer o tanto que eu quiser, foda-se”. Fazia a dieta certinha na maior parte da semana, a ansiedade explodia nas vésperas de prova na escola (que são sempre aos sábados) e juntava com as madrugadas que eu passava acordada e pronto, sempre comia demais e seguia assim mesmo depois das provas. Mas só quem sabe literalmente o peso de ser gorda (não me refiro apenas a balança), sabe que é chato quando você jaca porque parece que você tá assinando o atestado de “sou fraca e dependente da comida”, mas na minha visão pior ainda, é assinar esse atestado permanentemente. Por isso deve ter sido a milésima vez no ano que eu comecei DE NOVO uma dieta na segunda-feira…

Na verdade eu não acho que seja começar uma dieta, minha meta para essa semana era só me controlar mais diante da comida e fazer o máximo para evitar chocolate/doce, já que tenho sido compulsiva por eles.

SEGUNDA-FEIRA

acordei já na hora do almoço:

salada + 3c.s de peito de frango s/ pele desfiado + 2c.s de batata palha
tangerina

lanche da tarde 1:
1 potinho de gelatina zero açúcar de uma marca que eu esqueci

lanche da tarde 2:
Chá verde gelado da marca Feel Good

Jantar:

2 tapiocas recheadas com ovo frito na água + queijo coalho frescal
café com leite desnatado

Ceia:
1 fatia de melão

 

TERÇA-FEIRA:

Café da manhã:
5 torradas integral light + café c/ leite desnatado 

Lanche da manhã:
1 fatia de melão

Almoço: (almocei fora…)

Salada + frango de churrasco

Lanche da tarde:
1 potinho de gelatina zero açúcar 

Jantar:
3 tapiocas s/ recheio + café com leite desnatado

Ceia:
1 laranja

QUARTA-FEIRA 

Minha quarta-feira começou mais cedo, porque como eu tava mooooorta de cansada terça-feira de noite, decidi dormir cedo e acordar cedo para estudar, então 2:00 eu estava de pé. Na noite anterior (terça) eu tinha lido o livro DIETA NOTA 10, que achei nos arquivos do grupo Pensando Magro no facebook, li todinho na mesma noite porque achei a leitura super agradável, não é aquela coisa “você está fazendo uma terapia” e parece que o livro conseguiu me entender – ou eu entendi ele – ou nos entendemos. Acordei de madrugada e fui direto estudar, e como sempre estudos de madrugada rendem comilança. 

Comi 1 pão francês, 1 maçã e 1 banana a madrugada toda. E como eu tava achando estranho essa fome louca (mentira, já me acostumei a sentir fome enquanto to estudando), ficava bebendo água para me enganar, mas era fome mesmo e então eu ia lá e comia. Quando fui dormir, quase 7h da manhã, decidi calcular minhas notas, para ver se dava para eu comer mais alguma coisa antes de dormir (foooooooome), e enfim…

No livro eu descobri que para perder peso tenho direito a consumir 450 NOTAS DIÁRIAS, sendo que eu que vou administrar como vou gastar minhas notas. Se estou realmente afim de comer um bolo de chocolate com chantilly, que juntos custam 105 + 95, sei que só ai já se foram 200 notas e vou ter que consumir mais dos alimentos grátis ao longo do dia, se não quiser passar fome. Mas tem outras coisas gostosas e mais baratas, tipo, um brigadeiro custa 50 notas!!! Além do que, se você faz exercício físico pelo menos 3x na semana tem direito a mais 50 notas, ficando num total de 500 notas diárias, que é o que vou consumir pelos próximos meses… assim não fico naquela de privação, mas ao mesmo tempo terei que pensar sobre a comida, raciocinar e fazer as melhores escolhas: 1 fatia grande de melão me custa 25 notas, 1 brigadeiro custa 50 notas, se eu tiver REALMENTE com vontade de comer o brigadeiro, tudo bem, mas já sei que ele não vai me saciar tanto quanto o melão e que terei que comer menos, é só pensar e negociar com você mesma. É justamente por essa oportunidade de comer de tudo, sem no entanto, passar da sua cota diária e tendo os alimentos saudáveis a sua disposição (pois na maioria das vezes eles custam zero notas) que eu gostei dessa dieta. Mesmo tendo começado meu dia errado, o que sempre acontece quando estudo de madrugada, eu decidi levar a diante esse projeto de 500 notas diárias, a academia eu volto na segunda que é quando recebo alta médica, mas uma caminhadinha não vai me fazer nada mal e pretendo fazê-la todos os dias esse resto de semana. (quinta e sexta pela manhã, sábado e domingo a tarde)

Minha alimentação na quarta-feira de (2h da madrugada até 21h) com as respectivas notas de cada alimento:

1 maçã (50) / 1 banana (25) / 1 pão francês (60)

1 xíc de leite (35) + 1/2 pão francês (30)

bananada (35 + 25) + 4 c.s de cuscuz** (flocos de milho) (70)

salada + 1 concha de caldo de carne moída (na verdade é carne moída concentrada, sabe? só que na tabela o mais próximo que tem é caldo de carne concentrado, que vale 15 notas um prato, então tô somando 30)

lanche da tarde 1:
gelatina diet (0)

lanche da tarde 2:
maçã (25) [eu ia de gelatina, mas tava com mt fome óbvio heheh]

Jantar:

salada + 1 concha de concentrado de carne moída (30) + 1/2 pão francês (30) [ao invés do arroz] 

Bommmmm, somando tudo fechou em 445. Como eles dizem que quem faz exercício pelo menos 3x por semana ganha 50 notas, eu posso comer diariamente 500 notas, tendo hoje, no meu primeiro dia, me sobrado um extra de 55 notas. Eu podia inclusive comer um brigadeiro, tá vendo? hahaha Mas não vou comer mais nada, pelo seguinte 

** DÚVIDA: Na tabela tem que 2 colheres de sopa de Flocos de Arroz/Milho vale 35 notas.

Para quem não sabe, cuscuz é feito com flocos de milho e eu comi metade de uma fatia normal de cuscuz, foi bem pouco, comi em um prato de sobremesa e com 6 colheradas que levei a boca, já tinha terminado, então não sei exatamente quando colheres de flocos de milho consumi, porque vocês sabem que a colher que a gente bota no prato, a gente não come ela toda duma vez, tipo, 2 c.s de arroz não correspondem a duas colheradas que você leva a boca… então não sei mesmo, contei como se tivesse comido 4 colheres de sopa de flocos de milho e por isso meu total deu 445, sobrando 55, mas se eu contar 2 colheres a mais, tipo, 6 colheres de sopa de flocos de milho somam 105 notas (a cada 2c.s de sopa, 35 notas) e ai o total já fica: 480 

Na dúvida se eu comi 4 c.s de sopa de flocos de milho (70) ou se comi 6 c.s de sopa de flocos de milho (105), é melhor ir dormir logo para poder acordar cedo para fazer meu primeiro exercício físico depois de quase 1 mês parada. Vou descer para caminhar amanhã 6 horas da manhã 🙂

Mas estou bem animada que não sai da dieta essa semana ainda, mesmo tendo comido muitas frutas. Pude praticar minha gula, mas tive que fazer escolhas inteligentes e mais lights ao longo do dia… para emagrecer é só raciocinar, fazer escolhas saudáveis e se mexer. Eu acho! Sem pressa e eu vou chegar lá de novo. Boa noite. 

Não importa qual o motivo por que você pede socorro à comida,
mas sim que esse comportamento precisa mudar. Em sua cabeça, você
deu guarita a um inimigo que o obriga a conviver com um hábito
destrutivo: o de comer demasiadamente.
Ao contrariar esse monstrinho, seu corpo e sua psique começam
a conspirar contra. A memória do corpo luta para reaver os quilos
extras e, igual a Camila Morgado, você se sente irritado, enjoado etc. A
dependência emocional “cria” situações que o empurram de volta ao
aditivo químico que sumiu do mapa: a comida.
Não se desespere nem desista. Existem muitos recursos para você
se libertar do vício que lhe prejudica a saúde e a estética. Pessoalmente,
conheço milhares de ex-gordos que mudaram radicalmente de vida. 0
que quero deixar rigorosamente claro é que a Dieta Nota 10 não é uma
panacéia milagrosa e que só de ler este livro seus quilos desaparecerão
em um passe de mágica. A Dieta Mota 10 emagrece, sim. Atualmente,
não existe método mais confortável e seguro para quem deseja perder
peso. Mas, como qualquer dieta, ela exige uma cota de sacrifícios.
Emagrecer e continuar magro significa mudar completamente de
vida. Todos os que conseguiram se livrar do peso extra descobriram que
não há descanso na luta contra a balança. Quem emagreceu e se
conserva magro identificou por que embrulhava a comida para presente
e a empurrava goela abaixo. Raiva? Compensação de perdas?
Ansiedade? Os motivos deles, eles os resolveram. Sejam quais forem os
seus motivos, saiba que a ciência já provou que o mecanismo que leva
alguém a comer compulsivamente pode alicerçar outros vícios,
igualmente destrutivos. Mas se ex-gordos, ex-alcoólatras, ex-fumantes,
ex-sei-lá-o-quê conseguiram domesticar o monstrinho do vício, por que
você não conseguirá?
Tenho ou não razão de chamar isso de guerra?

Trecho do livro “DIETA NOTA 10”

DOWNLOAD DO LIVRO: Aqui 

Quero meu corpo magro de novo

Imagem

Em ordem de evolução: a foto mais recente é a de vestido vermelho. Quero voltar a ser fininha de novo

 

Imagem

Essa é a recente das recentes. Tirada no último domingo 5/8/12

Porque tão difícil? 😦 Tô tensa hoje, perto de dar um colapso nervoso… Preciso de pão, de café, de chocolate, de academia, ficar magra, de qualquer coisa que me dê ânimo para estudar, e enfim. Vou pirar, mas emagreço.

Grupo Pensando Magro/facebook

Não sei se posso falar sobre isso já que é do blog de outra pessoa, mas como acho que a totalidade das  pessoas que lêm meu blog (muito obrigada!) são de lá, me sinto à vontade para dizer algumas palavrinhas sobre esse grupo, parte do blog Pensando Magro, da Camys!

 

Até os mais confiantes irão concordar comigo: a vida se torna muito mais fácil e os objetivos muito mais palpáveis se você tem alguém que te entende, que passa pela mesma coisa que você e que por isso, sempre que você tá perto de tropeçar ou fraquejar a pessoa  vai lá e te levanta, te renasce. Não tenho palavras para explicar o quão bom é perceber que eu não estou sozinha no mundo.

Não sou a única a querer comer uma pizza normalmente sem me sentir a gorda, já que quando você está acima do peso, você pode até ter passado o dia sem comer nada, mas se chega numa pizzaria ou até mesmo se pede uma pizza em casa e o entregador te ver acima do peso, já faz aquela cara do tipo “olha essa gorda já vai comer pizza de novo!!!” ou então “ela vai comer essa pizza sozinha.”, claro que não são todos, mas eu já me senti assim quando fui receber algum fast food. Não sou a única a querer um dia comer um doce que eu gosto, sem ver ou sentir que alguém está me julgando por isso, ou então, sem sentir a necessidade de depois cortar as calorias da próxima refeição. Pois afinal, não sou a única a desejar levar uma vida mais saudável, fininha, mas sobretudo, feliz. E a felicidade está muito além de atingir o peso certo na balança, o corpo perfeito e o manequim desejado. Felicidade é estar bem consigo mesma, seja como for seu corpo. Eu prezo sempre pela saúde, mas não tenho cara de julgar ninguém que vive bem, feliz e com suas taxas todas sob ordem mesmo estando acima do peso. Também não tenho direito de julgar ninguém que sai comigo e prefere tomar um copo de limonada ao invés de uma coca-cola. Eu simplesmente não tenho o direito de julgar nenhuma pessoa no mundo pelas escolhas que ela faz, principalmente se isso fizer ela feliz. Posso no máximo, como amiga, companheira ou simplesmente como uma pessoa de bom coração, ajudá-la e mostrá-la as possibilidades de caminhos para a felicidade, caso ela esteja se sentindo infeliz.

Digo tudo isso baseado no contato que tive com pessoas maravilhosas num lugar que agora é meu refúgio, o grupo Pensando Magro. Antes de me ajudar a pensar magro, vocês meninas, me ajudaram a pensar feliz. Recebi muitas broncas, ajudas, apoios e incentivos. Vocês não tem ideia do quanto me faz bem perceber que não estou só e que posso ser feliz sendo light, assim como posso ser feliz comendo coisas mais gordinhas se no fim das contas o meu bem estar e minha auto-estima estiverem “ok”. Não estou dizendo que ser magra não é mais “ser feliz” para mim. Ser magra é uma parte muito muito fundamental da minha felicidade, mas percebi que estava encanada demais com isso, vivendo minha reeducação alimentar nos moldes espartanos e me penalizando demais quando comia alguma coisa que eu gostava. Eu não achava que merecia comer nada que eu gostava porque eu queria ser magra. Tava adoecendo espiritualmente… mas estou curada por causa de vocês e das suas opiniões.

Quero que vocês saibam que continuo na luta pelo meu corpo, mas que não quero e não vou me permitir mais ficar doida e nem pirar por causa disso. Quero viver a vida e ser feliz, pois quero ser magra, mas não quero  ser reconhecida sobre “a magrinha deprimida”. Posso ser magra e feliz e para isso preciso mudar minha mente e o jeito como me vejo. Obrigada de verdade por terem aberto meus olhos. Se isso que estou falando ainda não faz sentindo para você,  e você se reconhece em mim no sentindo de se cobrar demais, de se punir por causa de uma coisa não programada na alimentação, saiba que você é mais do que seu corpo… você é principalmente o de dentro e não falo dos orgãos, falo do coração e da alma. Seja magra, gorda, fininha, rechonchudinha, mas seja sobretudo feliz. Nós somos merecedores da maior felicidade do mundo, pois lutamos e respiramos todo dia por ela.

 

Tive uma conversa muito produtiva com a minha futura psicologa agora pouco (fomos jantar juntas para eu conhece-la) e ela uma hora me perguntou se eu tinha medo do sucesso ou de ser feliz, já que sempre supervalorizava os meus defeitos chegando a inventar sem querer alguns, como se eu achasse que não merecesse ser feliz, que não fosse digna de me sentir bem comigo e com o mundo, e foi isso que ela me falou “algumas pessoas têm medo da felicidade. Acham que precisam sofrer para tê-la e por isso muitas vezes abdicam dela, porque acham que não sofreram o bastante, se cobram de mais e acham sempre que tudo que dá ou não certo é culpa dela, que não foi além do que deveria. É preciso reconhecer nossos limites para depois os ultrapassar, dentro do próprio limite”. To mais confiante e acho que menos desencanada para seguir minha RA depois dessas palavras dela, quero ser magra, mereço toda a felicidade de ter uma saude perfeita que irá se representar no corpo que eu quero, mas tudo tem limite e eu só vou ultrapassar o meu dentro do que é permitido NESSE MOMENTO. Obrigada pelas palavras de vocês, de todas. Não é de uma hora para outra que vou me achar linda ou magra como vocês falam, mas sei que se eu fosse uma chata-metida-antipática poderia ser lindamente magra e perfeita que vcês não estariam me dizendo as gentis palavras que estão, e é por isso que meu agradecimento é mais do que sincero, porque sei que as palavras de vocês, mesmo sem nunca ter me visto na vida, são reais e desejando o melhor para mim. Espero que essas palavras da minha futura psicologa ajudem voces também… acabei percebendo que só andava furando e sofrendo tanto com minha RA, porque achava que sofrer era processo para a felicidade do emagrecimento. Tenho direito a comer um pedaço de chocolate sim quando quiser e isso não vai me impedir de emagrecer se eu tiver feito tudo dentro dos conformes e muito menos de achar um cara legal, estando gorda ou magra. Agradecimentos especiais: Ludmila Tratch, Mariana Santana, Camila Pinheiro, Camila Afonso, Grazi Ag, Kamyla Couto

Minha alimentação

Vou mostrar o que consegui e como me virei esse pedaço de semana para seguir o cardápio que a nutricionista me passou

 

Imagem

Algum dos meus lanches lights. Barras de ceral, pacotinhos de torrada com 100cal, gelatina e nesfit

Imagem

Almoço do primeiro dia, a quarta-feira. Perdão pela péssima imagem. Ai contem. 3.cs de arroz + 3c.s de feijão + saladona + partes de peito de frango cozido. Como sobremesa comi uma fatia de melancia.

Imagem

Saladona + hamburguer de peito de peru feito com manteiga light na frigideira :(. E de sobremesa: MAÇÃ! ❤

Não foi dificil comer nada disso, dificil foi quinta feira depois de descobrir que eu teria que fazer duas cirurgias resistir a vontade de chocolate. Eu tinha comido tudo perfeitamente, até mais do que o normal, contando com a janta (essa do 2º dia) eu tinha comido 800 e poucas calorias, ai o que eu tinha de chocolate em casa era: duas barras de cereal light de avelã e castanha com chocolate da Trio e uma da Nutry, e comi elas. Não todas junto, mas comi as 3 nessa noite. Chorando muito, acabei comendo emoção. Mas foi.

Imagem

Esse é um dos alimentos que entra para lista dos proibidos. Por ser sequinho e crocante, você como que nem percebe, mas UM biscoito desse tem entre 20 e 30 calorias, fora que eles possuem a chamada gordura hidrogenada, a pior de todas. Proibidíssimo e só soube depois que fiz a besteira, então, estejam avisadas.

Nessa mesma noite não consegui dormir, tava com muita falta de ar, passei a noite chorando, puxando o ar, tossindo e foi realmente horrível. Consegui dormir às 4h da manhã. Acordei quase 8h e fiz meu café da manhã normal, almocei normal, mas não fui para escola porque ainda tava mal (muito mal) e ai na hora do lanche eu fiz jacada: um pacote de cream cracker + 200 ml de Iogurte desnatado sabor Morango. De noite comi biscoito de leite com suco de abacaxi e acabou-se o dia de comer besteira.

 

 

 

Sábado!! Hoje é o dia da compensação, bem, seria se eu pudesse fazer alguma atividade física. Só para deixar mais claro, estou com quadro chamado de Pneumotórax Espontâneo e só não vou falar mais sobre isso porque realmente me deprimo, pensar em cirurgia, proibição a atividade física e fisioterapia não é estimulante, ao contrário, é um passo para eu querer comer emoção. Então chega. Voltando ao que importa…

Hoje eu prometi que iria comer normal, já que já tinha tido o dia de comer besteira, meu fds tinha que ser saudável. 

Assisti aula no curso de Inglês das 10h-12h. Teve pausa de 1h para o almoço e voltei para a aula de novo, ficando de 13h-15h. Do lado do meu curso de Inglês tem uma sede do pão de açúcar e nesses dias de férias, toda vez depois do curso eu entrava lá e comprava barra de chocolate ou biscoito de chocolate, então hoje tive que responder um milhão de vezes aos pensamentos sabotadores. Estava quase pegando uma barra de chocolate quando pensei “Eu realmente quero esse chocolate ou quero emagrecer? Tudo bem que eu estou desejando MUITO isso, mas eu já sei o gosto disso e sei que existem coisas saudáveis e maravilhosamente gostosas também. Não obrigada, eu não quero esse chocolate”. Ai eu fui para sessão de frutas e aproveitei para retocar meu estoque de coisinhas saudáveis. E para o lanche da tarde, que vinha sendo super hiper triplicamente calorico esses ultimos meses, eu cortei 3 morangos + 1 rodela de abacaxi + 1 copo de iogurte desnatado sabor morango da Mollico. E ficou super delicinha, principalmente porque coloquei uns 10 min no congelador.. nhammmy! 

Imagem

3 morangos picados + 1 rodela de abacaxi picada + 200ml [um copo] de Iogurte desnatado sabor morango

Uma das lições do livro Pensando Magro é se elogiar por fazer algo certo e quer saber?

Parabéns Victória, você foi ótima. Você conseguiu evitar ao chocolate e ainda saiu ganhando pois seu lanche tava bem melhor que um tablete de chocolate. Que ótimo!

 

hehe 😉

Retoquei minhas compras lights, mas eu nunca as faço totalmente um lugar. Compro algumas coisas em um supermercado, outras em outro e assim vou indo…

ImagemImagemImagem

Foram poucas coisas porque semana passada já tinha comprado as barrras, iogurtes, vegetais… quis só renovar as frutas, e comprar alguma das coisas que a nutricionista inclui no meu cardápio: Nozes, castanha do caju ou do Pará, farelo de aveia, carne branca 6x por semana (não vou aguentar comer frango todo dia, vou ter que me virar com atum, sardinha, carne de soja…) e os morangos que eu peguei quando decidi deixar o chocolate de lado. Uma coisa que não apareceu ai na foto também, foram os drops de Halls que eu comprei. Tem me ajudado muito a não querer comer fora de hora chupar uma balinha de hortelã ou menta quando tô fora de casa. Em casa eu escovo os dentes mesmo.

Uma coisa bem legal que comprei também foi esse saquinho de cookies da Taeq. Muito delícia. Tinha de banana com aveia, baunilha com gotas de chocolate, todos integrais e lights, mas preferi trazer para experimentar um de castanha do Pará, quinua, e chá verde. Fikdica. Ah, por falar em dica, vocês já viram o leite desnatado da Mollico que vem com fibras solúveis? Minha mãe que comprou para mim… tem um acréscimo no total de calorias, ele continua desnatado, mas as fibras soluveis dão uma sensação de saciedade o que super vale a pena. Tô consumindo ele de manhã e de noite antes de dormir vou tomar esse desnatado da Elegê junto com a aveia. =}  Fikdica2.

E aproveitando, vou postar logo meu cardápio total de hoje!

 

Café da manhã:
1 laranja (46cal) + 1 pacote de biscoito integral Nestlé (93) + café com leite desnatado e adoçante (80 + 2) + requeijão light (duas colheres de sopa tem 80cal, vou somar essa quantidade, melhor acrescentar do que tirar)

Almoço

3 c.s de arroz com repolho + salada crua + 1 posta de peixe ao molho

Lanche da tarde 1
3 morangos  (cerca de 14cal) + 1 rodela pequena de abacaxi (50 cal) + 200ml de Iogurte desnatado Mollico sabor morango (63cal)

Lanche da tarde 2

Imagem

30g (6 unidades) têm 127 calorias, com uma regra de três básica você descobre que 40g (um pacotinho todo) tem cerca de 170 calorias!

Cookies integrais e orgânicos de quinua, castanha do Pará e chá verde da Taeq (170cal)

Jantar:
Café com leite desnatado e adoçante (70 + 2) +  pacotinho de torrada light da Magic Toast (87 cal)

Sobremesa:
uma colher de doce de caju (sem caloria porque foi minha falecida avó que fez há 2 anos atrás [vai fazer dois anos que ela faleceu] e descobrimos esse doce essa semana na dispensa da casa dela… por incrível que pareça tava (está) em perfeito estado, então comi sem culpa. Lembrei quando tinha minha avozinha linda comigo…)

 

Eai, será que eu ultrapassei as 1200cal diárias? =((( Se ultrapassei, realmente foi por causa do doce de caju e se foi, não me arrependo. Dois anos sem sentir a presença da minha avó do jeito que senti comendo esse doce. Nós costumávamos comer ele conversando no fim de tarde quando ela vinha para minha cidade. Te amo vózinha. ❤

 

Para terminar, uma foto minha nos embalos de sábado a noite:

Imagem

Eu linda e desprevenida

Imagem

Ai eu ajeitei o cabelo para sair melhor na foto. Doente tudo bem, mas desarrumada não HEUEHUEHE

 

Cardápio da Nutricionista, Síndrome do Ovário Policístico e Firework

Buh! Fui entregar meus exames para a nutricionista e para todos os outros médicos do mundo que eu passei nos últimos 4 dias… Er!

Odeio médico justamente por isso, eu que estava me sentindo o exemplo de saúde descobri tanta coisa ruim comigo que era melhor ter ficado sem saber… brinks, não era não. Mas me desanimei um pouco quando vi os resultados do CT do Tórax e o raio X dos seios da face, vou levá-los para o pneumologista na terça-feira mas vi que não vai ser coisa boa, só espero que não atrapalhe minha rotina de exercícios pois pretendo pegar super pesado nos exercícios aeróbicos nesse mês… quero voltar aos 50 kg logo. Mas enfim,

o que a nutricionista me falou foi o que eu basicamente já sabia e já fazia há um ano, mas como meu exame de sangue deu anemia ela fez umas modificações no meu cardápio, e aqui está o cardápio que ela me passou.

Cardápio do mês de Agosto feito por uma nutricionista

 

Minha opinião: tá bem parecido com o que eu costumava seguir… só tô meio preocupada com esses lanches da tarde porque eu quando tô estudando costumo sentir MUITA fome, e comer só uma barrinha de cereal com certeza não vai me satisfazer, mas se tem que seguir, vamos seguir… a única modificação que vou fazer é às vezes incluir um ou outro potinho de iogurte light. Ah e eu também achei muita comida no almoço, mas como achei pouca no lanche da tarde, vou seguir exatamente o que tá no almoço para ver se não sinto tanta fome na hora do lanche…

Outra coisa que eu não sabia: salada cozida tem mais calorias. Vocês já sabiam? eu não… por isso não é bom botar maionese, nem mesmo a light. Inclusive, eu tava pensando aqui nas coisas que sairam e nas coisas que eu vou adaptar ao meu cardápio: (não gosto muito de polenguinho light não, na verdade, queijo me dá enjoo [enxaqueca feelings])

Coisas que tirei do meu cardápio: Maionese light, cream cheese light, pão normal, bolos, chocolate, leite integral e todas as besteiras do mundo. Nada de “day off”, dia do lixo ou derivados nesse primeiro mês. Quero voltar aos hábitos.

Coisas que substitui: O poleguinho substituiu por 01 c.s de cottage ; A manteiga light pelo requeijão light, então no caso de consumir ovo frito, ele será feito na água, e as carnes serão grelhadas sem nada de gordura e o pão quando for para chapa também vai sem gordura. ; A torrada pode ser a integral ou a light ;

É isso! Quero queimar calorias. =]

Bem, mudando de assunto…

eu já tinha percebido que emagrecer tava mais difícil para mim, mas sempre associava aos meus ataques de gula que algumas vezes aconteciam, mas lembrando bem, há uns dois meses eu estava no que chama de “platô”, nada de sair do 50kg. Indo à ginecologista e comunicando que eu já não menstruava há alguns meses, ela me pediu ultrassonografia pélvica e és que surge o problema: Estou/tenho a Síndrome do ovário policístico. Usando as palavras da doutura: “Bom não é, mas de todo ruim também não”. Antes de entregar o resultado do exame para ela, eu já tava jurando que tinha câncer, que eu ia morrer antes de entrar na universidade e tudo mais… porque né, tinha lá em claras letras “Presença de cistos”… então por um lado é bom, já sei que não tenho câncer kkk, mas por outro é ruim pois essa síndrome desencadeia diversas coisas e entre elas a dificuldade em perder peso. Fui atrás de pesquisar para deixar registrado aqui, e encontrei informações muito boa no site Minha Vida, segue o link: Síndrome do Ovário Policístico

Saber que tenho dificuldade para emagrecer, que esses picos de insulina favorecem aquela vontade louca de comer em horários ‘determinados’ me deixou meio triste, porque não posso simplesmente dizer “não insulina, não sobe além da conta agora porque eu tô de dieta”, mas poxa… eu já consegui TANTO, já deixei tanta gente de cara no chão, já surpreendi quem nunca acreditou em mim, já me surpreendi, não vou deixar, não posso deixar esse obstáculo me colocar de novo na zona de conforto né? Já iniciei uma parte do tratamento e vou iniciar a outra logo logo, e é isso… vou seguir o cardápio, vou me exercitar pelo menos 3x na semana na academia e todos os dias vou fazer o Hip Hop Abs em casa (terminei de baixar, aeaeae) e em Outubro vou viajar para Jericoacoara com o corpo que sonhei e tenho dito.

Para finalizar, eu termino com Firework porque sei lá, a vida não é e nem nunca foi fácil para ninguém e qual graça teria se fosse não é mesmo? A emoção que a música me passe de que “Você é capaz, acredite em você, coloque seu poder para fora, VOCÊ PODE” me deixa sempre emocionada e com vontade de viver, independente do que aconteça. 1º de Agosto de 2012, 11 de Outubro eu viajo para Jeri, dia 19 tem a festa de despedida do meu 3º ano, 3 e 4 de Novembro eu faço o ENEM, no fim de Novembro [se o Governo valorizar a educação e assim permitir que as federais do Brasil voltem a funcionar…] eu faço o vestibular da Paraíba e em Dezembro se eu tiver coragem suficiente faço a UnB, então eu absolutamente não posso me confortar e nem posso fazer com que tanto estudo seja motivo para desleixo na minha saúde. Tem tempo para tudo, pois afinal… “Quem quer fazer alguma coisa, encontra um MEIO. Quem não quer fazer nada, encontra uma DESCULPA.”

  • Continuar indo a academia
  • Fazer as aulas de Hip Hop Abs alternado ou simultâneo com a academia
  • Ser a melhor aluna que eu puder ser
  • Lembrar que eu sou responsável pelas escolhas que eu faço e que meus sonhos dependem dela.

“Você sabe que ainda há uma chance para você? Porque há uma faísca em você, você só tem que acendê-la e deixá-la brilhar”